Dízimos e Ofertas!

Dízimos e Ofertas, tornaram-se instrumentos de Estelionato?
Confesso que há muito tempo, talvez uns 20 anos, tenho acompanhado alguns "espertinhos" que viram no REINO DE DEUS uma fonte inesgotável de ganhar dinheiro, pois nosso DEUS tem prazer em abençoar quem exerce a , {nosso DEUS, não faz trocas} por isso que em alguns casos, mesmo que estes especialistas em praticar o estelionato incentivam as pessoas a ofertar ou dizimar no "ALTAR" [e quem o faz, o faz pela emoção e por indução] não recebem nada de DEUS e caem no engodo destes FALSOS PROFETAS e as conseqüências são inevitáveis, (perdem-se: carros, casas, objetos de valor e talvez a perda pior, a esperança no Evangelho de Jesus Cristo)

Eu particularmente não gosto de como são as ministrações de dízimos e ofertas nas igrejas, pois na maioria das vezes quebra o fluir do Espírito Santo que está atuando nos louvores [em quase todas as igrejas que já cooperei, a ministração é feita em um intervalo entre um louvor e a ministração da PALAVRA], portanto justamente na hora que os corações estão sendo preparados para ouvir a voz do SENHOR.

Creio que isso tem que ser feito através de Estudo Bíblico, pois criará um sentimento de gratidão ao SENHOR e quem é dizimista e ofertante (eu sou) sabe muito bem disso. Se olharmos para a essência da PALAVRA, todos os Dízimos e Ofertas da igreja primitiva eram utilizados para os próprios membros, podemos confirmar isso em: Atos 2:43-47 

Em cada alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade. E, perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.”

(as igrejas em células utilizam estes versículos para ministrar os líderes, eu já pertenci a uma Igreja com esta visão, hoje já não pertenço mais, pois comecei a viver a "PALAVRA" e pude observar que eles ministravam o que não viviam)

A voz unica e exclusiva que nós como Igreja do SENHOR temos de ter é, alertar a todos que: Jesus Cristo é o único caminho, é a verdade e a vida e ninguém vai ao PAI se não for por ele, ele não cobra nada por isso, morreu na cruz do calvário para que o meu e os pecados de todos pudessem ser perdoados e que com este ato ele resgatou a aliança com DEUS, que toda a humanidade havia perdido.

Todas as despesas do Templo, como: aluguel, energia elétrica, água, telefone, produtos de limpeza, contador, internet, cestas básicas (para atender os necessitados) salário do Pastor (é digno que o Pastor integral na obra do SENHOR receba o justo para suprir sua família), atender um membro ou outro que em um momento de desemprego precisa também pagar suas contas, deverão ser rateadas entre os membros da própria Igreja (com isso nós estaremos utilizando os Dízimos e Ofertas da maneira mais correta possível) e com certeza o SENHOR abençoará o ministério e acrescentará as ALMAS para serem ministradas, é ele o maior interessado que o REINO DE DEUS na terra seja consolidado e expandido a todas as nações do mundo.

Minha sugestão é: se tem estelionatários que estão usurpando o REINO DE DEUS e contaminando a vida de muitas pessoas {pois estas pessoas inconscientemente ficam revoltadas com DEUS e com seu REINO, e por muitas vezes não querem nem mais saber de igreja} vamos justamente na contra mão destas Igrejas, ministrarmos a Bíblia Sagrada como ela é, um evangelho puro e simples como o de JESUS CRISTO;
NÃO MINISTRAR DÍZIMO E OFERTA DE PULPITO, e até publicar em faixas, cartazes e folhetos “AQUÍ NÓS NÃO COLETAMOS OFERTAS” fazer palestras, seminários, jantares, almoços, noite da Pizza, convidando as ALMAS para virem participar e após o evento, trazer uma mensagem sobre o AMOR de JESUS CRISTO e fazer o apelo.

Nosso DEUS, é o dono de tudo, tudo vem das mãos dele nós é que devemos ter consciência da maneira que administramos a obra.

Vamos meditar: "Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém." 1 Pedro 4:11


“Que a PAZ do nosso SENHOR JESUS CRISTO, esteja em seu coração”
Postar um comentário